Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

16
Mai17

Adeus vermelho

Francisco Freima

Benfica CM Lisboa.jpgCom a conquista do tetracampeonato, o Benfica igualou o Sporting, preparando-se agora para tentar emular o penta portista. Apesar de ser benfiquista, ao longo dos anos tenho vindo a perder interesse pelo clube. Ganhar já não é suficiente, sobretudo quando assisto à macrocefalia do futebol português, onde três dominam e deitam a perder uma competitividade nivelada por cima.

 

O meu coração está cada vez mais no Restelo. Aliás, não fosse a influência decisiva do meu pai e há muito que teria escolhido o Belenenses como equipa. Ao contrário dos adeptos do Porto da minha idade, que cresceram à sombra do sucesso do seu clube, eu faço parte de uma geração de benfiquistas que durante 11 anos não viram a sua equipa ganhar campeonatos. O meu pai diz que regressou a normalidade, mas para mim o normal era ver o Benfica falhar a candidatura ao título. Com isto não me estou a queixar de o Glorioso vencer tanto, apenas que a minha natureza competitiva não se compadece com facilitismos. Para mim, desafio a sério é apoiar um clube que vive no caos de duas direcções que se odeiam, que há 71 anos (!!!) não vence o campeonato e que ainda assim continua a ir a jogo todos os fins-de-semana. 

 

Este é portanto um adeus vermelho. Não que deteste o Benfica ou acabe do nada a ligação que mantive ao longo dos meus 28 anos com o clube. Apenas penso que está na altura de resgatar um pouco do espírito dos primeiros tempos do futebol português. Quando Artur José Pereira decidiu fundar o Belenenses, não foi movido por nenhum sentimento de ódio em relação ao Benfica ou ao Sporting: ao primeiro devia a sua formação enquanto jogador e ao segundo os melhores anos da sua carreira. Esse é o traço distintivo do Belenenses: vir para acrescentar e jogar limpo, mesmo quando os outros colocam entraves à sua afirmação no panorama nacional. Para mim, o Belenenses é simplesmente o melhor clube do mundo. Depois, ainda teve isto ao longo da temporada:

 

Hugo Ventura

Cristiano Figueiredo

Joel Pereira

André Moreira

Rafael Veloso

Filipe Mendes

João Diogo

Edgar Ié

Domingos Duarte

Gonçalo Silva

Gonçalo Brandão

Gonçalo Tavares

Dinis Almeida

Michael "Mica" Pinto

João Palhinha

Vítor Gomes

Rúben Pinto

Luís Silva

André Sousa

Bernardo "Benny" Dias

Fábio Nunes

Fábio Sturgeon

Diogo Viana

Miguel Rosa

Gerso Fernandes

Abel Camará

Alberto "Betinho" Coelho

Tiago Caeiro

 

Todos estes portugueses estiveram no plantel desta época. Assim, à minha modesta escala, fico-me pelo azul do Amora e do Belenenses.

4 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor