Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

22
Abr16

Desconcertos

Francisco Freima

Axl Rose.jpgAs pessoas ficaram divididas desde que os AC/DC anunciaram Axl Rose como o seu vocalista na digressão europeia. Alguns fãs da banda parecem não aceitar, enquanto outros falam num acontecimento histórico. Em Portugal, a DECO já veio informar que existe motivo para a devolução do dinheiro dos bilhetes, tal como a empresa promotora do espectáculo. Sinceramente, nesta história o que me surpreendeu foi saber que os 60 000 bilhetes esgotaram em Janeiro (custavam 65 euros). A partir daí, a troca do Brian Johnson pelo Axl parece-me lógica: se o vocalista teve de sair por motivos de saúde, é normal que a banda australiana contrate um substituto. Porquê? Porque os AC/DC, antes de serem uma banda rock, são um conjunto de burgueses.

 

Para que não existam dúvidas, eu gosto do Axl. Para mim, a par de Chris Cornell e Mark Lanegan, é o último grande vocalista vivo. Ver uns betos ainda a criticarem-no pela actuação no Estádio José de Alvalade, em que depois de alguns desentendimentos com o público foi-se embora, parece-me ridículo. Naquela época, quem ia a um concerto dos Guns N' Roses não ia ao engano. Todos sabiam que Axl era um tipo que só fazia o que queria. Não sei, parece-me que o público às vezes é um chato: Axl deixa o concerto a meio e vai embora? Normal, é uma atitude rock. O público, não, fica a lamentar o bilhete comprado... Recapitulemos: gostam de rock, o rock é rebeldia, o frontman é um rebelde louco que se vai embora, o público chora o dinheiro perdido. Ao menos fizessem um motim, era bem mais coerente com o que dizem ser. Mas não, em Portugal o Axl ficou marcado como um músico pouco profissional (lol). Agora que ele acomodou-se, parece-me extemporâneo falar do que aconteceu em 1992.

 

Voltando à substituição, discordo. Bandas que «sobrevivem» aos seus elementos são uma fraude. Os AC/DC sem o Bon Scott já não eram os AC/DC, tal como os Alice in Chains sem o Layne não são os Alice in Chains ou os INXS sem o Hutchence não são os INXS. Acho mal manterem os nomes das bandas nessas situações. Podiam manter o alinhamento e acrescentar um vocalista, mas o nome devia ser alterado. Senão, parece que andam só atrás do dinheiro.

2 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor