Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

04
Mai17

Diário expedicionário

Francisco Freima

4 de Maio (1885) - Com grande satisfação chegámos ao Zumbo e encontrámos portugueses! Aqui encontrámos um comandante militar, o Tenente Vaz e dois europeus negociantes e um canarim. A impressão que recebemos não foi desfavorável, casas em boas condições e bem colocadas, são as residências destes moradores. A força é pequena, apenas 18 praças. Segundo as informações que nos deram o clima é regular. Fomos muito bem recebidos pelo comandante militar e pelos senhores Goerinho, Manteigas e Caetano (comerciantes).

 

É o Zumbo um ponto muito importante, pois o negócio do marfim, que aqui é exclusivo, pois não é possível outro por não haver meios de transporte necessários, é de 30 contos por ano. Infelizmente os caminhos não são seguros e agora acontece mesmo estar o caminho fechado para Tete por os Munhães (questões com o Firmino, capitão-mor).

 

No rio ainda tem outra dificuldade e são algumas vezes roubados os negociantes, na passagem pela aringa do Bonga! É uma vergonha! Isto não pode mudar de face e não pode haver segurança sem a navegação a vapor no rio e uma força respeitável aqui. Parece-me muito pouco ajuizado o sistema das autoridades chamados capitães mores e sargentos mores, são sobas muito poderosos que têm mil e mais homens armados e em quem o governo não pode ter confiança, que dum momento para o outro (e às vezes por uma bebedeira!) voltam as armas contra nós! e mais ainda, fazem guerra de verdadeira pilhagem aos outros povos, julgando estes ser feita por mandado do governo. O Canhemba apesar de ter alguma confiança disse um dia: eu posso mandá-los (aos negociantes) embora e ficar com as chaves de seis casas se me fazem zangar (!).

 

É preciso a navegação a vapor no rio e força respeitável em Tete e Zumbo. A Zambézia é riquíssima; um país atravessado por um rio navegável cujas margens estão paradas, que tem minas de carvão... não se pode despovoar.

4 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor