Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

08
Jun16

Direita ressabiada

Francisco Freima

BE Seixal.jpgOntem à noite, fui colar mupis do Bloco. Quando chegámos à sede, tínhamos uma «mensagem» na porta e ainda outras duas no chão. JR, um corajoso anónimo, aliviou-se de umas quantas lérias sobre o trio de gatunos (PS/PCP/BE) que andam a enganar os velhotes com o aumento de oitenta cêntimos nas reformas. Uma das epístolas vinha mesmo agrafada com recibos do que se podia comprar com oitenta cêntimos. Um dos meus colegas, conhecido pelo humor negro, quis colocar a mensagem na porta, só que nós não deixámos. A fazê-lo, teria de existir contraditório da nossa parte.

 

Gente desta intriga-me: o que leva um JR a escrever tretas como «o único trio bom é o Trio Odemira», a ir esgravatar os supermercados à procura de produtos a oitenta cêntimos, agrafando depois o resultado e colando na porta da nossa sede - já agora, espero que tenha feito o mesmo nas do PS e do PCP... Será tédio? Inveja? Frustração? Talvez um pouco das três. Desde o resultado nas legislativas que os pafiosos andam com uma azia monumental, sobretudo contra o Bloco. Eles não perdoam que o PS, tradicional aliado da direita, tenha vindo pedir o apoio parlamentar do BE e do PCP. Quando surge qualquer questiúncula, logo tratam de dizer que o BE manda no Governo, como ainda há pouco ouvimos Passos Coelho dizer. Passos Coelho, um comunista frustrado... Agora, como a CGD deixou de ter tectos salariais para os gestores, a culpa também é do Bloco! Poderia dizer que o BE assinou um acordo no qual não contemplava esta questão, que nós não concordamos com tudo o que o Governo faz, que neste momento apenas somos contra uma comissão parlamentar, mas isso já nós sabemos que eles sabem. Resta-lhes a má-fé. Senhores da direita, vejam se percebem de uma vez por todas: o BE está no parlamento, não no governo.

 

Sobre o JR, coitado, é um triste. No último feriado passámos o dia inteiro a limpar, a pintar e a arrumar a sede, que ficou linda. Talvez esse «Querido, Mudei a Sede» tenha suscitado alguma dor de cotovelo. Afinal, quem não gostaria de ter militantes empenhados a darem o seu contributo desinteressado? Caro JR, nos partidos onde vota (PSD/CDS) não pode esperar esse grau de compromisso. O BE não é um partido de tachos, não domina o aparelho de Estado e não gere nenhuma câmara municipal. Apenas tem uns quantos deputados na AR. Ah, e a melhor eurodeputada no Parlamento Europeu.

 

Somos diferentes? Sim, somos. Quando vamos a eleições, geralmente perdemos. Vencemos as últimas duas, à nossa escala mas vencemos. No entanto, temos noção de que às vitórias de hoje poderão suceder as derrotas de amanhã. Não queremos saber. Como costumo afirmar, mesmo na pior das derrotas, mesmo que o partido desapareça, basta existir um militante para que o Bloco exista. É nisso que somos diferentes.

BE Seixal 2.jpg

4 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor