Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

13
Abr17

Fai bei sogni

Francisco Freima

Na semana passada começou a X Festa do Cinema Italiano. Em Almada, foi exibido o filme Fai Bei Sogni, realizado por Marco Bellocchio e baseado no livro homónimo (e autobiográfico) de Massimo Gramellini.

 

A vida de Massimo é marcada por uma infância feliz, que chega abruptamente ao fim com a morte da sua mãe. Não aceitando a realidade, procura superar o quotidiano com a ajuda da imaginação, na qual pontifica o seu amigo Belfagor. Ao crescer, Massimo torna-se um jornalista de renome, conhecido pelos artigos sobre o Torino (desde criança que vivia perto do Stadio Comunale) e que posteriormente passará a cobrir a área política. O filme não lança muita luz sobre este aspecto, mas uma cena remete para o caso Mani Pulite, fundamental para a projecção da carreira do jornalista. 

 

No entanto, a história principal do filme continua a ser a relação de Massimo com a perda da sua mãe. Já na idade adulta, vemos que ainda não conseguiu superar essa situação, tardando em assumir compromissos e em deixar de lado as recordações para viver um pouco mais no presente. O reflexo do passado traduz-se num ataque de pânico, na sequência do qual conhecerá Elisa, uma jovem médica que o ajudará a recuperar o ritmo da vida. Será nessa altura que Massimo, finalmente saído do seu mundo imaginário, encara de frente os factos relacionados com a morte da sua mãe.

6 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor