Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

21
Abr16

Molnija

Francisco Freima

SAM_0329.JPG

Como escrevi nos factos do Liebster Award, tenho um relógio de bolso soviético (Molnija). Primeiro foi do meu pai, mas há uns anos ofereceu-mo. Tenho uma relação estranha com ele: às vezes funciona, outras vezes avaria-se e tenho de correr Ceca e Meca para o arranjar. Neste momento, encontra-se avariado, a corda partiu-se, algo que sucede ocasionalmente. Quando uma pessoa se habitua a utilizar relógio de bolso, fica difícil voltar aos de pulso... É como se fosse um tamagotchi analógico (costumo chamar-lhe também de meu «bonsai mecânico»), que exige os seus cuidados: limpar a parte de fora, dar-lhe corda, ver se o cordão prende, se as horas continuam certas... As peças costumam ser outro problema, boa parte delas já não se fabricam. Agora que penso nisso, os relógios de bolso estão para os de pulso como os vinis estão para os CD's. 

 

Depois de alguns anos em que esteve à beira da falência, a Molnija conseguiu recuperar. A implosão da URSS fez com que a empresa perdesse o seu principal cliente, o Departamento de Defesa. Actualmente, voltou a aliar-se às forças armadas russas, o que tem garantido a sua sobrevivência. Em russo, molnija significa raio. 

 

Apesar de ser um chato, adoro o meu relógio.

2 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor