Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Zibaldone

Zibaldone

28
Jan17

Pateh Sabally

Francisco Freima

Um gambiano de 22 anos morreu ante o gozo abjecto de algumas criaturas. Outras, entre a indiferença e a pouca vontade de molhar a roupa, lançaram três bóias que Pateh Sabally não conseguiu agarrar. O acto não ocorreu em nenhum país conotado com a «selvajaria»: foi numa das casas da civilização ocidental, a Pérola do Adriático, a cidade de Veneza. 

 

Perante a vergonha, um retrato fiel da decadência da humanidade, ventilam-se explicações para o inexplicável: que Sabally queria morrer, que não se devia ter atirado ao mar, que até foi bom, porque já existem demasiados emigrantes a quererem entrar na Europa. Eu costumo ser muito democrata, mas pessoas (?) que dizem parvoíces dessas mereciam ir dar os bons dias à frente de um pelotão de fuzilamento. Além de não fazerem falta, contaminam o ambiente com a porcaria que sai das suas bocas e dos seus actos. Sabally queria morrer? Que quisesse: isso impediria alguém de saltar para a água (nem tinham a desculpa das correntes, pois havia bóias e uma data de gente por perto!) para tentar resolver a situação? 

 

Ainda piores são os autores do vídeo que circula pela internet. Um jovem está a morrer e eles ficam no gozo, chamam-lhe burro, fazem insultos racistas. O mínimo é que se descubra quem realizou tamanha abjecção, sentando-os no banco dos réus – negar auxílio a quem dele necessita é crime em todos os países civilizados, penso que a Itália ainda se conta nesse lote. 

 

A Gâmbia vive um momento tumultuoso da sua história. Quem sabe se Sabally não foi um dos que fugiram da ditadura de Yahya Jammeh? A tensão de um país em transição para a democracia merece a nossa atenção. Cabe a nós ajudar estas pessoas que vêem na UE um santuário de paz e prosperidade. Porque, mesmo em crise, o que para nós é pouco para eles é muito. No país de São Francisco de Assis, custa a crer que a partilha e o amor ao próximo tenham virado monumento à hipocrisia.

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor