Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

09
Nov16

Perspectivas trumpianas

Francisco Freima

Donald Trump.jpgEnquanto escrevo, a vitória de Donald Trump parece cada vez mais certa. O sistema político norte-americano, dotado de vários poderes moderadores, impede o desespero, mesmo que o Congresso e o Senado sejam igualmente republicanos.

 

Não vale a pena chorar sobre o leite derramado, Hillary Clinton não merece as lágrimas dos seus apoiantes. No meio disto tudo, essa é a primeira boa notícia: a democrata não será a primeira mulher na presidência dos EUA. E ainda bem, porque penso que as mulheres merecem bem melhor na estreia (Michelle Obama, por exemplo). No capítulo dos derrotados, lamento as análises idiotas da nossa comunicação social, tendenciosa o bastante para tratar o eleitorado republicano como um bando de ignorantes. Eu também preferia a vitória de Hillary, mas não fui no discurso triunfalista dos media que andavam a manipular sondagens. Essa é a má notícia desta campanha: vimos pela primeira vez um posicionamento descarado da comunicação social ao lado de um candidato. O tiro saiu pela culatra, o apoio foi um autêntico beijo da morte dado à protegida do establishment. A táctica do ataque constante a Trump resultou na vitimização e no sentimento de que o republicano estava a ser perseguido pelos poderosos.

 

Quanto a Trump, penso que é um sucedâneo de Ronald Reagan. Vai diminuir os impostos, restringir a imigração, acabar com a NAFTA, redimensionar o Medicare e optar por um regresso à Doutrina Monroe na política externa (embora o conflito israelo-árabe, as negociações com o Irão e com Cuba augurem receios). Talvez não venha aí o Apocalipse, desde que se rodeie de bons colaboradores poderá até fazer melhor do que Barack Obama. Parece loucura? Nem por isso: quando Obama foi eleito, as expectativas estavam demasiado altas. Ora com Trump acontece exactamente o inverso, a fasquia está tão baixa que um mínimo de sensatez e postura presidencial fará dele uma agradável surpresa. Será um daqueles presidentes que polarizará os norte-americanos, gerando tanto ódio e amor como Reagan nos anos oitenta. 

6 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor