Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

17
Nov16

Sabotagem

Francisco Freima

Às vezes, no ruído dos plenários,

Sonho a revolução mais imperfeita,

Admito um mundo cheio de precários,

Movo a Constituição para a direita.

 

Se ouço uma voz que repõe salários,

Estalo os dedos, dou a mão contrafeita

A quem rasga princípios doutrinários

E quer desregulação financeira.

 

De quando em vez proponho trair tudo,

Abrilhantar Florença por orgulho

A esse Maquiavel de ponta e mola.

 

Porque, sem ti, já nada interessa,

O mal vira bem, o bem atravessa

Todo o desprezo pela vida fora.

 

Francisco Freima

6 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor