Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

02
Dez16

Sinal fechado

Francisco Freima

RTP3.jpgEmbora seja favorável à passagem da RTP3 para a grelha de canais da TDT, preferia que a estação pública já tivesse sido privatizada. Neste momento, e apesar das melhorias verificadas na RTP1 e na RTP2, penso que não se justifica manter este sorvedouro de dinheiro público sob a tutela do Estado. Os programas que os canais públicos oferecem em pouco ou nada diferem daqueles proporcionados pelos operadores privados. Na informação, por exemplo, a SIC Notícias consegue ser mais isenta do que a RTP3. Não faz sentido ter um canal de informação que se limita a veicular as opiniões da direita. Se é isso que vão oferecer ao conjunto da população, mais vale ficarem quietos. 

 

Num país pobre como Portugal, a RTP é um luxo tão desnecessário e inútil como o Convento de Mafra no reinado de D. João V. Uma das medidas mais populares deste Governo poderia ser o início do processo de privatização de todos os canais públicos, desonerando assim os milhões que pagam a taxa do audiovisual. A televisão (e, já agora, a rádio) não é nem nunca será um sector estratégico para o desenvolvimento do país. Televisões públicas só fazem sentido em regimes totalitários, como instrumentos de propaganda política. Numa democracia aberta e plural, cabe ao cidadão informar-se. Aliás, nesta era da pós-verdade, o combate pelo direito à informação há muito que deixou de ser travado na televisão. Ele passa agora pelas redes sociais e pelos canais de notícias online. Penso que já nem a RTP alimenta ilusões desse género, conformada que está no papel de transatlântico cuja oferta se restringe a programas para entreter idosos nos lares de terceira idade. Uma missão nobre, mas que os canais privados cumprem de forma eficaz. Sejamos honestos: a minha geração praticamente não vê televisão. Porque haveremos de ficar com este pechisbeque legado pelos nossos pais? Podiam deixar a EDP, a REN, a PT, o Banif, o Novo Banco... deixam-nos a RTP, que nem consegue ser tão engraçada como o Gato das Botas.

 

Privatização? Já ontem era tarde.

2 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor