Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

30
Jun16

Traduções tentadas #3

Francisco Freima

Hoje, deixo-vos com uma tradução que fiz de um poema de Mihai Eminescu. Quando estive na Roménia, aprendi um pouco da língua, aprendizagem facilitada pelo facto de ter uma grande biblioteca particular à minha disposição (a ONG onde trabalhava alugou-nos uma casa de um antigo professor). Nela, encontrei o génio de Mihai Eminescu, o maior escritor romeno de todos os tempos.

 

Şi dacă...

 

Şi dacă ramuri bat în geam
Şi se cutremur plopii,
E ca în minte să te am
Şi-ncet să te apropii.

Şi dacă stele bat în lac
Adâncu-i luminându-l,
E ca durerea mea s-o-mpac
Înseninându-mi gândul.

Şi dacă norii deşi se duc
De iese-n luciu luna,
E ca aminte să-mi aduc
De tine-ntotdeauna.

 

Mihai Eminescu

13/15 Noiembrie 1883

 

E se...

 

E se ramos batem nos vidros,

E se tremulam os choupos,

É como ter-te em mente

Ao chegares lentamente.

 

E se brilham no lago estrelas,

Iluminando as profundezas,

É como na dor uma paz

Aclarando minhas certezas.

 

E se embora as nuvens vão

E luz a lua à minha frente,

É como em mim a recordação

Do teu olhar para sempre.

 

Mihai Eminescu

13/15 de Novembro, 1883

14 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor