Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zibaldone

Zibaldone

14
Dez16

Trash boys

Francisco Freima

E quando pensamos que o PSD não pode descer mais, ficamos a saber que vários militantes sociais-democratas andaram a negociar lixo proveniente de Itália. Ficámos igualmente a saber que a Agência Portuguesa do Ambiente nem se deu ao trabalho de fiscalizar o lixo que vinha desse país tão recomendável, onde a Camorra é dona e senhora do negócio na região da Calábria.

 

Não fosse a investigação do Sexta às 11 (os meus parabéns aos jornalistas) e a APA teria fechado os olhos à entrada de 70 000 toneladas de lixo duvidoso. Parece que no meu distrito tudo o que é empresa corrupta medra: espero que surja uma investigação profunda às actividades da CITRI. Os outros, é o habitual: Nuno Lacasta, Inês Diogo e companhia não perdiam nada em ir arejar ideias para a prisão. Entre corrupção, tráfico de influências e crimes ambientais, a polícia tem muito com que se entreter.

 

O que estas pessoas fizeram é grave. Os dirigentes da APA, responsáveis por zelar pelo meio ambiente do país, têm culpas especiais. Ninguém acredita em incúria num negócio de milhões, menos ainda quando se verifica a transumância de dirigentes entre a CITRI e a APA. Por agora, evitou-se um crime que no longo prazo produziria efeitos semelhantes àqueles vividos pelas populações do Sul de Itália: sujeição à arbitrariedade de redes criminosas, contaminação dos solos e aumento dos casos de doenças oncológicas associadas a essa poluição. 

 

Escusado dizer que ninguém deve ficar descansado enquanto Nuno Lacasta estiver à frente da APA.

4 comentários

Comentar post

Antiguidades

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Bloguista

foto do autor